Jardim Botânico do Rio faz permuta com o de Inhotim
2/12/2011

O Jardim Botânico do Rio de Janeiro deu início a um programa de permuta com o Jardim Botânico do Inhotim, com vistas ao enriquecimento das coleções vivas das duas instituições.

O curador de Coleções Vivas do JBRJ, Ricardo Reis, esteve em Inhotim no início de novembro e trouxe a primeira remessa, com um total de 14 mudas de nove diferentes espécies, todas novas para a coleção do Jardim Botânico do Rio. Entre elas, duas são da espécie Acrocomia hassleri (Barb. Rodr.) W.J.Hahn, ameaçada de extinção e outras duas são espécies novas para a ciência - a Philodendron ricardoi, descrita por Eduardo Gonçalves da UFMJ e a Heliconia sp.

Agora as plantas passam por um processo de aclimatação e estarão nos canteiros do Jardim Botânico do Rio no prazo de três a sete meses, dependendo da espécie. O JBRJ está produzindo também mudas de plantas da sua coleção que são do interesse do JB de Inhotim, para dar sequência ao programa de permuta.

Ricardo Reis, de vermelho, e os colegas do JB de Inhotim, com as plantas que vieram para o Rio

 

 

 

 

 

voltar à primeira página