Novo microscópio incrementará pesquisa botânica no JBRJ
4/12/2006

Um microscópio eletrônico de varredura capaz de ampliar imagens em até um milhão de vezes será montado no Jardim Botânico do Rio de Janeiro. A instituição é a primeira no Brasil a ter esse tipo de aparelho para utilização exclusiva da pesquisa botânica. Fabricado na Inglaterra, o microscópio permitirá aos pesquisadores uma maior precisão no trabalho de identificação da diversidade biológica do país porque proporciona um detalhamento bastante superior ao obtido com os aparelhos ópticos, que aumentam as imagens em no máximo 500 vezes. Em breve, biólogos do JB começarão a realizar estudos dos grupos taxonômicos complexos da Mata Atlântica utilizando o novo equipamento.
O projeto de pesquisa que propôs a aquisição do microscópio eletrônico foi elaborado por 9 pesquisadores do JB, UERJ, UFRJ, UFRRJ e UENF, sob a coordenação da dra. Cláudia Franca Barros, e aprovado pela FAPERJ ( Fundação de Amparo à Pesquisa no Estado do RJ). O equipamento foi importado pela fundação Charles Darwin e custou R$ 350 mil. O microscópio eletrônico pesa 750 kg e está sendo instalado em uma sala especialmente adaptada para recebê-lo.

Em data ainda não definida, o JB irá realizar um curso para capacitar pesquisadores e alunos de pós-graduação para utilizarem o novo microscópio.

 

 

 

 

 

 

 

volta à primeira página