Filme sobre a guerrilha vira peça no Galpão das Artes
6/9/2013

“Prata Palomares”, filme que teve sua exibição proibida na época da ditadura militar, ganha versão teatral e atualizada que estreia no Espaço Tom Jobim.

“Paraíso AGORA! Ou Prata Palomares” é uma versão para teatro do roteiro do filme que causou polêmica durante a ditadura militar. A Cia Guerreiro, através de parceria do seu diretor Jorge Farjalla com a atriz Ittala Nandi, traz a produção ao Galpão das Artes do Teatro Tom Jobim, com estreia em dia 7 de setembro, dia da Independência do Brasil. A montagem faz parte da comemoração pelos 50 anos de carreira de Ittala Nandi, juntamente com os 55 anos do Teatro Oficina, que inclui também uma exposição sobre a trajetória da atriz no teatro, cinema e TV assinada pelo cenógrafo José Dias.

A história trata alegoricamente das possibilidades e dos sacrifícios do homem na sua luta para conseguir liberdade e das possibilidades de sobrevivência desse mesmo homem no século XXI. Na trama, dois guerrilheiros, cercados pelos inimigos, se escondem numa igreja abandonada numa cidade fictícia, aguardando uma oportunidade para escapar em direção à área ocupada pelos seus companheiros. Um deles se faz passar pelo padre que os poderosos do lugarejo esperam, enquanto o outro permanece escondido fabricando um barco para a fuga.

A temporada vai até 21 de outubro, de quinta a domingo. Horário: quinta, sexta e sábado: 19h30; domingo: 18h30. Ingressos a R$ 60 (inteira) e R$ 30,00 (meia). Classificação: 16 anos.

 

 

 

 

 

 

 

 

voltar à primeira página