Projeto do JBRJ é contemplado no programa Cientista do Nosso Estado
7/12/2011

O projeto do pesquisador Gilberto Amado Filho foi um dos selecionados para o programa da Faperj que distribuiu bolsas para instituições de pesquisa
fluminenses.

"Caracterização de formações coralíneas da zona mesofótica da plataforma continental brasileira e vias de síntese e produção de metabólitos em macroalgas marinhas" é o título do projeto do Jardim Botânico do Rio de Janeiro contemplado com bolsa no valor mensal de R$ 2.400, por 36 meses.

Segundo a Faperj, as bolsas do programa Cientista do Nosso Estado se destinam a "apoiar projetos coordenados por pesquisadores de reconhecida liderança em sua área, ligados a instituições de ensino e pesquisa fluminenses, com grau de doutor e produção científica de qualidade, compatível com o nível de pesquisador 1 do CNPq, especialmente nos últimos cinco anos. Também é preciso contar ao menos com uma orientação de doutorado concluída, e outra, também de doutorado, em andamento, não sendo consideradas co-orientações. Outra exigência é de que o proponente já tenha obtido financiamento à pesquisa por meio de agências de fomento nacionais, estaduais ou internacionais, pró-reitorias, fundações e empresas públicas ou privadas".

O programa concedeu ao todo 300 bolsas, beneficiando, juntamente com o programa Jovem Cientista do Nosso Estado, 18 instituições fluminenses que têm atividades de pesquisa científica. A que obteve maior número de projetos aprovados foi a UFRJ.

 

 

 

 

 

 

voltar à primeira página