Jardim Botânico publica catálogo oficial da Flora do Brasil
10/9/2010

O Catálogo de Plantas e Fungos do Brasil foi lançado na quarta-feira, 9 de setembro, no 61º Congresso Nacional de Botânica, em Manaus. A publicação consolida o cumprimento, pelo país, de uma das metas da Estratégia Global para Conservação de Plantas, parte da Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB), da qual o Brasil é signatário.

Com mais de 1700 páginas divididas em dois volumes, a publicação se constitui numa ferramenta fundamental para a pesquisa e a conservação da flora brasileira. Trata-se de uma versão impressa e mais completa da Lista de Espécies da Flora do Brasil, lançada online em maio. Mas diferentemente da Lista, que apresenta uma ficha resumida para cada espécie, o catálogo impresso se preocupa em aprofundar análises e pesquisas realizadas. Nele estão registrados estudos sobre a localização geográfica das espécies, gráficos comparativos da ocorrência de indivíduos de cada grupo também em outros países e informações sobre endemismo ao longo dos anos.

O trabalho foi coordenado pelo Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro, por intermédio do Centro Nacional de Conservação da Flora (CNCFlora/JBRJ), e mobilizou 413 pesquisadores brasileiros e estrangeiros.

A coordenadora geral do projeto, a pesquisadora Rafaela Campostrini Forzza, do JBRJ, lembra que a publicação é a realização de um desejo antigo da comunidade botânica brasileira, uma vez que a única compilação que havia se proposto a abranger todas as espécies de plantas brasileiras conhecidas até então era a Flora brasiliensis, editada por von Martius, Eichler & Urban entre 1846 e 1906. A Flora brasiliensis chegou, na época, a registrar 22.767 espécies. O novo catálogo apresenta um total de 40.989 espécies, sendo 3.608 de Fungos, 3.496 de Algas, 1.521 de Briófitas, 1.176 de Samambaias, 26 de Gimnospermas e 31.162 de Angiospermas.

 

 

 

 

 

volta à primeira página