Livros e periódicos da Biblioteca Barbosa Rodrigues farão parte da Base BHL-Scielo
10/12/2012

Em 9 de novembro entrou em operação o 4º Centro de Digitalização da Rede BHL-Scielo, localizado no prédio da Botânica Sistemática no Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

Serão digitalizados 101 títulos da Biblioteca, entre livros e periódicos relevantes sobre a Flora do Brasil, em sua maioria do século XVIII, para disponibilização na Rede BHL-Scielo – Biodiversidade. A Rede tem por objetivo contribuir para a indexação, qualificação, publicação, acesso e interoperabilidade de informação científica em Biodiversidade, visando o fortalecimento e a ampliação da publicação e do acesso aberto online à informação científica relevante em assuntos tais como Zoologia e Botânica, Biossegurança e Biotecnologia entre outros.

O Jardim Botânico do Rio de Janeiro participa da Rede, que tem o Ministério do Meio Ambiente como integrante de seu conselho consultivo. A BHL-Scielo está sendo implantada no Brasil por meio de dois projetos complementares. O Projeto SciELO Biodiversidade, que é financiado por um Programa Especial da Fapesp – o Biota/Fapesp, – e o Projeto Digitalização e Publicação Online de uma Coleção de Obras Essenciais em Biodiversidade das Bibliotecas Brasileiras, pelo Programa Probio II/GEF do Ministério do Meio Ambiente.

Os projetos contam também com o apoio da Fundação Biblioteca Nacional, da SciELO, da Sociedade Brasileira de Zoologia, do Museu de Zoologia da USP e de representantes da Rede de Bibliotecas Brasileiras em Biodiversidade.

 

 

 

 

 

 

 

voltar à primeira página