Reunião no JB discute medidas para acesso ao Parque da Tijuca
11/5/2007

As medidas emergenciais e de curto e médio prazo para garantir o funcionamento do Parque Nacional da Tijuca, no Rio de Janeiro, foram discutidas na tarde desta quinta-feira (10) pela ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, e pelos secretários de Meio Ambiente e de Turismo do estado e do município do Rio de Janeiro, o comando da Polícia Militar, da Polícia Federal, a Associação dos Amigos do Parque Nacional da Tijuca, a Fundação Roberto Marinho, diretores do Ibama e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade. A reunião de trabalho foi realizada na sede do Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

O encontro aconteceu depois da divulgação da Operação Iscariotes, deflagrada pela Polícia Federal, com apoio do Ibama, para desarticular uma quadrilha que desviava recursos arrecadados com a cobrança na entrada do parque. Com a operação, a entrada de carros na unidade de conservação foi suspensa. Somente é permitido acesso pelo trem do Corcovado ou a pé. Dentre as medidas discutidas, está a possibilidade de permitir o acesso de táxis e vans legalmente registrados apenas para o desembarque de passageiros dentro do parque. O estacionamento desses veículos seria vetado.

Nesta sexta-feira (11), está prevista uma reunião da comissão técnica instituída no encontro de quinta-feira para dar continuidade à discussão. Nela, serão deliberadas as medidas que poderão ser adotadas emergencialmente e de curto e médio prazo. Uma nota conjunta de esclarecimento à população, assinada pelos órgãos e instituições presentes no encontro, será distribuída.

 

 

 

 

 

 

volta à primeira página