Jardim Botânico comemora 197 anos com inauguração do Aqueduto da Levada

O Aqueduto da Levada, um importante monumento construído em 1853 sobre três grandes arcos, foi entregue à população totalmente recuperado no dia 13 de junho, dentro da programação de eventos comemorativos dos 197 anos do Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Com o tema “Cultura e Meio Ambiente”, a festa celebrou a expansão da área de visitantes e a abertura de espaços para novas coleções botânicas.

Construído para disciplinar o curso das águas e conduzi-las das nascentes do Grotão para irrigar o Jardim Botânico, o Aqueduto da Levada é um dos poucos aquedutos de pequeno porte do Rio e um dos marcos da história da evolução da cidade. O novo projeto paisagístico recuperou 8.000 m2 de área, facilitou novos acessos no interior do Jardim como, por exemplo, a trilha da Mata Atlântica e transformou um “lixão” em paisagem.

Além do Aqueduto da Levada, foi devolvida também aos visitantes a Casa dos Pilões restaurada. Os convidados visitaram ainda as futuras instalações do complexo arquitetônico que abrigará o “Centro de Cultura e Meio Ambiente Antonio Carlos Jobim”, que incluirá salas de aula, local para exposições, anfiteatro e uma praça central. Na ocasião, foi lançado o livro “Meu Querido Jardim Botânico”, de autoria de Tom Jobim, com fotos de Zeka Araujo.

Outra novidade foi a inauguração do totem multimídia, o primeiro de uma série que estarão dispostos nas portarias do Jardim para auxiliar os visitantes com informações e curiosidades sobre a história do parque. Localizado ao lado do Centro de Visitantes e patrocinados pela COBRA Tecnologia, o totem estará disponível para consultas durante o horário de visitação.

 

 

 

 

 

volta à primeira página