Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2013 reflete sobre a ciência aplicada à saúde e ao esporte
14/10/2013

semanaNo polo Jardim Botânico do Rio de Janeiro, dez instituições participam com jogos, passeios, vivências, oficinas, exposições, visando divulgar para a população a ciência feita no país.

De 21 a 27 de outubro, a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) leva conhecimento a diferentes pontos do Brasil. Em 2013, em função dos grandes eventos esportivos que o Brasil vai sediar, o tema da SNCT é “Ciência, Saúde e Esporte”. O objetivo é mostrar ao público como a ciência e a tecnologia são hoje elementos essenciais nesse domínio, particularmente nos esportes de alto desempenho. Assim, as ações da SNCT exploram o aprendizado sobre o funcionamento do corpo humano nos esportes, nos exercícios, nos movimentos e na sua relação com o ambiente externo, do ponto de vista da ciência.

No Jardim Botânico do Rio de Janeiro, as atividades começam no dia 23/10. Dez instituições de pequisa promovem atividades em uma tenda montada no Largo das Tartarugas. Jardim Botânico do RJ, Cedae, Instituto Ciência Hoje, Embrapa Solos, Finep, Indústrias Nucleares do Brasil – INB, Instituto Geociência da UFRJ / Museu da Geodiversidade, Museu do Índio e TRT-RJ realizam ações lúdicas e educativas no intuito de aproximar os visitantes da ciência de forma simples divertida e didática.

Atividades ao ar livre

Entre os destaques da programação, o Projeto de Conservação da Fauna do JBRJ organizou uma série de passeios e trilhas. No dia 24/10, das 9h às 11h, a Trilha na Mata Atlântica sai do Solar da Imperatriz em direção a cachoeira da Grutinha. Um dos objetivos do passeio, que tem em seu desenho bate-papos sobre o ambiente e seus habitantes selvagens, é ampliar a percepção dos visitantes de que o espaço urbano é dividido entre seus habitantes humanos e não humanos, que vivem em simbiose.
O tradicional passeio noturno pelo arboreto acontece no mesmo dia, das 18h30 às 20h30, e permite ao visitante observar anfíbios, morcegos e outros animais. O trajeto dura cerca de 1 hora, com paradas orientadas para visualização de animais e para apreciação dos sons do Arboreto.

No dia 26/10, ninguém fica parado. Das 14h às 15h, é ministrada uma dinâmica de ginástica natural, modalidade baseada nos movimentos dos animais.

As três atividades são gratuitas e exigem inscrição prévia através do telefone: (21) 3874-1808

Programação da tenda – Largo das Tartarugas

semanaNa tenda, local em que a maior parte das atividades acontecem, o Instituto Ciência Hoje preparou jogos, contação de histórias e outros experimentos divertidos. Já a Cedae exibe a exposição “miniETA e Serviços Aguadeiros”, que explana o funcionamento de uma miniestação de tratamento de água. A Embrapa Solos traz uma exposição temática sobre a tecnologia empregada no manejo e conservação de solo e na recuperação de áreas degradadas, estimulando o aprendizado sobre temas ligados a origem, diversidade, características físicas, químicas e mineralógicas do solo, assim como compostagem, erosão e tintas.

Na área destinada ao Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro, os visitantes aprendem um pouco sobre um dos principais recursos de pesquisa botânica: o herbário. Um curta-metragem explica o cotidiano dos pesquisadores, o processo de coleta e montagem de exsicatas e o armazenamento correto das plantas. De modo a aproximar o visitante da pesquisa, a Dipeq expõe sementes para visualização pelo público, que poderá perceber sua grande variedade de formas e tamanhos. Uma exposição de fotografias e a exibição de um filme sobra a flora existente no Monumento Natural das Ilhas Cagarras também está na programação.

O Laboratório de Fitossanidade do JBRJ realiza ações sobre o comportamento dos insetos e seu papel na natureza. Gavetas entomológicas exibem exemplares de insetos e não insetos e vídeos sobre a vida destes seres informam o público sobre suas adaptações e relação ao ambiente. Com o uso de lupas e microscópio, os visitantes têm a oportunidade de manusear artrópodes como besouros e aranhas, desmistificando o medo destes seres vivos. Os visitantes brincam, desenham, montam quebra cabeças, além de observarem a confecção de desenhos artísticos e científico relacionados aos insetos e outros artrópodes.

Atividades lúdicas que abordam desde os princípios da fotografia às etapas do trabalho botânico compõem a programação do Museu do Meio Ambiente do JBRJ. Câmera Monstro, Caixa Montante, Áreas de risco, Maleta de cheiros, Maleta botânica, Maleta de resíduos, Placas táteis são só algumas das brincadeiras organizadas pelo Núcleo Educativo do Museu.

No estande da Finep, pode-se observar o funcionamento de um dos mais novos produtos financiados pela instituição: uma bicicleta com suspensão hidropneumática com possibilidades de regulagem, que proporciona aos portadores de necessidades especiais a possibilidade de customizar o equipamento para o uso. A Finep distribui ainda uma revista voltada para o público infantil sobre saúde e esporte.

Na exposição da INB, o ciclo do combustível nuclear está no centro de reflexão. Um protótipo do elemento combustível, produto que abastece as usinas nucleares brasileiras, é explicado em banners sobre as atividades da empresa e em vídeos institucionais. O Instituto Geociência da UFRJ/ Museu da Geodiversidade não poderia ficar de fora e, em seu estande, trata de temas relacionados a sua área de atuação, exibindo peças de geologia, paleontologia e mineralogia, além de organizar uma oficina de desenhos e atividades educativas.

A exposição Fotográfica “Crianças Indígenas” traz 41 imagens de várias etnias e faz parte da programação do Museu do Índio.

Museu do Meio Ambiente

A exibição de filmes da Mostra “Ver Ciência SNCT 2013” também está prevista. Produções brasileiras e internacionais foram selecionadas em conjunto com o Ministério do Meio Ambiente sobre as temáticas de “Ciência, Saúde e Esporte”. A exibição acontece na Sala Multimídia do Museu do Meio Ambiente, articulada com atividades interativas que ocorrem em seguida.

Centro de Visitantes

Apresentações de esquetes e de música popular brasileira foram organizadas pelo TRT, que também expõe fotografias. No dia 25/10, às 16h, uma apresentação de dança agita a programação. No dia seguinte, uma apresentação de Terapia Floral está prevista para as 16h. Já no dia 27/10, às 16h, uma apresentação de teatro de fantoches promove reflexão sobre o aquecimento global.

Casa Pacheco Leão

"Educação, Ambiente e Sociedade" é tema de exposição composta de trabalhos realizados pelos alunos do curso de extensão em Educação Ambiental, no Laboratório Didático do SEA (Serviço de Educação Ambiental) no período de 23 a 26 de outubro.

As atividades acontecem de 23 a 27/10 das 9h às 17h.

O Jardim Botânico do Rio de Janeiro fica na rua Jardim Botânico, 1008.

O Estacionamento ficará fechado de 23 a 27/10, para a realização de atividades da SNCT no pólo Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Possibilidades de estacionamento nos arredores: Jockey Clube e Praça Santos Dumont.

 

 

 

 

 

 

 

voltar à primeira página