Projeto Pró-Florescer é premiado pelo Innovare
16/12/2011

O projeto, desenvolvido pela Área de Responsabilidade Socioambiental/Diat, recebeu Menção Honrosa no prêmio que é promovido pelo Instituto Innovare - associação sem fins lucrativos voltada à pesquisa e modernização da Justiça Brasileira.

O resultado do VIII Prêmio Innovare foi divulgado na quinta-feira, 15/12. O projeto Pró-Florescer, que é fruto de uma parceria entre o JBRJ, o IV Juizado Especial Criminal/TJRJ e a Associação de Amigos do Jardim Botânico, concorreu na categoria Juiz Individual, que teve 105 iniciativas inscritas, e recebeu a Menção Honrosa. O prêmio foi entregue ao desembargador Luiz Gustavo Grandinetti Castanho de Carvalho (TJ/RJ) em cerimônia no Supremo Tribunal Federal, em Brasília, que contou com a presença do presidente do JBRJ Liszt Vieira.

O Pró-Florescer teve início em 26 de março de 2006 e tem como objetivo acolher e dar formação pré-profissionalizante a adolescentes entre 12 e 17 anos, além de promover o resgate dos vínculos sociais da população em situação de vulnerabilidade sócio-econômica e risco social, por meio da educação, da cultura e do trabalho, visando o exercício responsável da cidadania e a preservação do meio ambiente. No momento atende 40 adolescentes, sendo 30 divididos em dois turnos de 15 alunos e 10 como Jovens Aprendizes. Os alunos recebem uniforme, alimentação, material didático e uma bolsa no valor de R$ 100,00. Os Aprendizes recebem uma bolsa no valor R$319,21, passagem e carteira assinada.

As atividades incluem oficinas de uma variedade de temas, além de Judô, Relações Interpessoais e Familiares, Reforço Escolar - com aulas de português, matemática, história, inglês e direitos de cidadania, além de Esporte e Educação e Incentivo à Leitura. Posteriormente, os adolescentes são incluídos automaticamente nos cursos de capacitação profissional.

A VIII edição do Prêmio Innovare recebeu 371 inscrições válidas. Foram entregues, no total, seis prêmios e onze homenagens às boas práticas da justiça brasileira.

Leia mais no sítio eletrônico do Instituto Innovare.

 

 

 

 

 

voltar à primeira página