Jardim Botânico será palco do lançamento de pacto ambiental do Estado do Rio de Janeiro
18/9/2009

No Dia da Árvore, 21/9, Governo do Estado sela pacto ambiental para a restauração da Mata Atlântica, com o “Dia C – Carbono Zero Rio 2016”.

O "Dia C", ou "Dia do Clima", consiste na realização de diversas ações de mobilização, em diferentes pontos do Estado, que envolverão estudantes, prefeituras, ONGs, empresas e outras entidades da sociedade civil. Os principais objetivos são abater a emissão de gases que causam o efeito estufa gerados pela candidatura do Rio 2016 e comemorar o primeiro ano do projeto Contador de Árvores da Mata Atlântica, da Secretaria de Estado do Ambiente, que está instalado no Jardim Botânico do Rio de Janeiro. O ponto alto do evento será o plantio simultâneo de 46 mil mudas de árvores em diversos municípios fluminenses.

Entre os parceiros do Estado no "Dia C" estão a Prefeitura do Rio de Janeiro, o Jardim Botânico, o Instituto Terra e o Comitê de Candidatura Rio 2016. No Jardim Botânico, ponto central das atividades do dia 21, o governador Sérgio Cabral, o prefeito Eduardo Paes e a secretária estadual do Ambiente, Marilene Ramos, lançam, com o Comitê de Candidatura Rio 2016, a Campanha Carbono Zero – Rio 2016, às 10h. Também participam do lançamento o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, o presidente do Inea, Luiz Firmino Martins Pereira, e o presidente do Jardim Botânico, Liszt Vieira.

Estarão presentes à solenidade no Jardim Botânico os diretores da Rio 2016 Leslie Kikoler, de Relações Governamentais; Alexandre Techima, de Infra-Estrutura, e Carlos Martins, de Operações. Da praça em frente ao Centro de Visitantes do Jardim, eles acompanharão, junto às autoridades, a transmissão do plantio das 46 mil mudas.

De acordo com a Secretaria de Estado do Meio Ambiente, todas as prefeituras do Estado do Rio foram contatadas e cada uma ficará responsável pelo plantio simultâneo e voluntário de pelo menos 500 mudas de espécies nativas da Mata Atlântica no mesmo dia. O objetivo principal é unir todo o Estado numa luta conjunta a favor da biodiversidade, das águas e contra as mudanças climáticas e o aquecimento global.

A secretária de Meio Ambiente, Marilene Ramos, afirma que pretende alcançar o número de 6 milhões de mudas plantadas nos parques estaduais até 2010, por meio do projeto Parque do Carbono, em parceria com a iniciativa privada. Em setembro do ano passado, a Secretaria lançou o “Contador de Árvores da Mata Atlântica”, que contabiliza, dia-a-dia, o plantio dessas árvores. Também no ano passado tele início o projeto-piloto, no Parque Estadual da Pedra Branca, próximo a Vila Valqueire.

 

 

 

 

 

 

volta à primeira página