Jardim Botânico terá Aquário Marinho
19/1/2007

O Jardim Botânico inaugura este ano um Aquário Marinho com recifes da região dos Abrolhos, no sul da Bahia. Dentro de 22 metros cúbicos de água estarão algas de todas as cores, peixes, corais, ouriços, estrelas, conchas e esponjas. A idéia é oferecer ao público do Jardim uma amostra desse ecossistema típico da região nordeste, ainda pouco conhecido dos brasileiros.

Em meio ao colorido das algas verdes, pardas e vermelhas, representantes da fauna predominante nos recifes também estarão presentes no aquário. É o caso dos peixes herbívoros e de invertebrados como ouriços, esponjas, estrelas e conchas. O público poderá visualizar essa coleção a partir das janelas externas do aquário ou através de outras localizadas em um corredor interno e escuro. A idéia é criar um ambiente ideal para que os visitantes possam contemplar e conhecer o ecossistema do aquário marinho.

A formação dos recifes é um dos focos de pesquisa do projeto Zona Costeira, desenvolvido por biólogos do JBRJ. A pesquisadora do instituto, Márcia Figueiredo, responsável pela seleção dos elementos que comporão o aquário, informa que “os recifes são construídos por algas caucárias e corais”. O prédio que abrigará o Aquário Marinho será construído em uma área próxima ao Aqueduto da Levada. As obras começarão em breve e serão pagas com verba de emenda parlamentar. Numa segunda etapa, serão construídos alguns aquários menores destinados aos arquivos reserva, onde ficarão os elementos vivos em período de quarentena antes de serem introduzidos no reservatório.

 

 

 

 

 

volta à primeira página