Jardim Botânico do Rio de Janeiro e UICN assinam acordo para conservação de plantas
20/4/2011

O CNCFlora/JBRJ utilizará categorias e critérios propostos pela União Internacional de Conservação da Natureza para avaliar espécies ameaçadas de extinção. O acordo será firmado em 26 de abril.

O Jardim Botânico do Rio de Janeiro recebeu, do Ministério do Meio Ambiente, a atribuição de coordenar parte dos esforços nacionais para conservação da flora brasileira, por intermédio do Centro Nacional de Conservação da Flora (CNCFlora), no âmbito da Diretoria de Pesquisa Científica do JBRJ. No período de 2011 a 2014, o CNCFlora deverá avaliar 40 mil espécies para definir a situação de conservação de cada uma. Também fazem parte desse trabalho a publicação do Livro Vermelho da flora ameaçada de extinção e a elaboração de planos de ação para conservação da flora, entre outras ações. Para isso, o CNCFlora contará com o apoio técnico da UICN a partir de 26 abril de 2011, quando será assinado o acordo, às 14h.

A União Internacional de Conservação da Natureza - UICN (ou IUCN, em inglês), é a maior rede ambiental do planeta, formada por 200 instituições governamentais e mais de 900 não-governamentais, além de aproximadamente 11 mil pesquisadores associados. A entidade propõe um sistema de categorias e critérios de avaliação da conservação de espécies que se consagrou internacionalmente e vem sendo usado por vários países. O acordo a ser assinado com o JBRJ para a flora segue o modelo do já firmado pela UICN com o Instituto Chico Mendes (ICMBio) para conservação da fauna. Os resultados da categorização das espécies serão disponibilizados online para o público à medida que os trabalhos avançarem.

 

 

 

 

 

voltar à primeira página