Aquecimento global foi tema de reunião internacional no JBRJ
28/7/2010

FotosNa busca por um acordo equitativo sobre a questão das mudanças climáticas, ministros da Índia, China, África do Sul e Brasil se reuniram no Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

A 4ª reunião do BASIC - grupo formado por Brasil, África do Sul, Índia e China - aconteceu na Escola Nacional de Botânica Tropical do Jardim Botânico do Rio de Janeiro (ENBT/JBRJ) entre 23 e 26 de julho. Após dois dias de reuniões de especialistas que trataram de questões técnico-científicas, os ministros do Meio Ambiente dos quatro países se reuniram para abordar os aspectos políticos e econômicos envolvidos nas propostas de enfrentamento da questão climática em nível internacional.

A reunião foi parte de uma série iniciada em novembro de 2009, com vistas a construir posições convergentes a serem levadas para a próxima Conferência das Partes sobre o Clima (COP-16), que será realizada em Cancún, México, de 29 de novembro a 10 de dezembro.

Em entrevista coletiva na ENBT, os ministros afirmaram que os quatro países trabalham juntos para proteger uma agenda de desenvolvimento sustentável. A ideia é buscar um acordo equitativo internacional não apenas para os países do BASIC, mas para todos os países em desenvolvimento, que sofrem com infraestrutura atrasada e têm problemas sociais a resolver. Para isso, representantes de outros países têm sido convidados a participar das reuniões. A do Rio contou com a presença da embaixadora da Venezuela no Brasil.

Os ministros chegaram a uma agenda comum de interesses, e as propostas apresentadas nesta 4º reunião serão analisadas em termos do impacto que terão sobre as economias de cada país. O último encontro do BASIC antes de Cancún será realizado em Pequim, em outubro.

Após a coletiva de imprensa, as comitivas dos quatro países assistiram a um espetáculo de chorinho do projeto Oela, que usa instrumentos feitos de madeira de árvores sem valor comercial provenientes da Amazônia. Em seguida, fizeram um visita guiada ao Arboreto do Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

 

 

 

 

 

volta à primeira página