Mestres franceses do paisagismo são tema de palestra no Museu do Meio Ambiente
28/9/2009

Nesta terça-feira, 29 de setembro, às 10h, o MuMA recebe o professor Jean-Piérre Bériac, que falará sobre o paisagista Auguste Glaziou e seus mestres de Bordeux. Entrada franca.

A iniciativa é do Laboratório da Paisagem do Jardim Botânico do Rio de Janeiro e faz parte do ciclo de palestras Paisagistas no Jardim. Jean-Piérre Bériac é professor da Ecole Nacional Superieure d'Architecture e de Paysage de Bordeaux, França e autor de várias publicações. É especialista na obra de Glaziou e no estudo da paisagem vinícola da região francesa da Aquitânia.

Em sua conferência, Bériac tratará das origens de Glaziou e do período que este passou em Bordeux, onde assistiu e participou da recriação do Jardim Público e do Jardim Botânico, que estava a cargo, entre outros, de nomes como A. Alphand, J-P Barrillet Deschamps, Le Breton, L.B. Fischer, J. Burguet e M. C. Durieu de Maisonneuve.

Glaziou veio para o Brasil em 1858, a convite de D. Pedro II, e projetou, no Rio de Janeiro e em outras cidades, alguns dos mais importantes jardins e parques, como o da Quinta da Boa Vista, o do Museu Imperial de Petrópolis e a remodelação do Passeio Público. Retornou a Bordeaux 40 anos depois, indo viver numa casa vizinha ao Parque de la T'ete d'Or, projetado por Denis Bulher. Nessa casa, redigiu seu Catálogo de Plantas do Brasil Central.

Auguste Glaziou e seus Mestres Franceses de Bordeaux
Palestrante: Prof. Jean-Piérre Bériac
Dia 29 de setembro de 2009, às 10h
Museu do Meio Ambiente – MuMA – Jardim Botânico do Rio de Janeiro
Rua Jardim Botânico, 1008
Grátis

 

 

 

 

 

volta à primeira página