Pesquisa de macroalga é acompanhada pelo JBRJ
28/11/2006

O Jardim Botânico do Rio de Janeiro está participando de um projeto de pesquisa na Baía de Sepetiba que visa o cultivo comercial da macroalga exótica Kappaphycus alvarezii. A pesquisadora da instituição, Renata Reis foi indicada pelo JB para acompanhar o projeto que pretende obter conhecimentos sobre a ecofisiologia da macroalga e avaliar o seu potencial de dispersão para gerar informações necessárias ao ordenamento da maricultura dessa espécie com bases ambientalmente sustentáveis. Outro objetivo importante é a formação de pessoal treinado para atuar na pesquisa. Para a realização do projeto, foi firmado um convênio entre a Associação de Amigos do Jardim Botânico e a Sete Ondas Biomar.

Uma nova Instrução Normativa e as bases para o Termo de Compromisso para o cultivo dessa macroalga estão sendo elaborados pela Coordenação de Ordenamento do Uso dos Recursos Pesqueiros do IBAMA - COOPE. As novas regras serão entregues às empresas com pedidos de licença para a exploração da macroalga. Atualmente, a espécie já é cultivada em vários trechos da costa brasileira. As medidas a serem implantadas têm como base as recomendações de especialisatas da Sociedade Brasileira de Ficologia (SBFic) e esse tipo de cultivo contará com um monitoramento ambiental.

 

 

 

 

 

 

 

 

volta à primeira página