Torres do JB serão reformadas
29/2/2008

As duas torres que compõem a entrada principal do Jardim Botânico do Rio de Janeiro estão sendo reformadas e deverão ficar prontas até o final de maio de 2008. Pelo portão da rua Jardim Botânico, 920, passam diariamente grande parte dos quase 600 mil visitantes do parque por ano na bilheteria próxima à Aléia das Palmeiras, símbolo do Jardim. As obras vão valorizar o acesso a um dos principais cartões postais da cidade.
O objetivo é resgatar a unidade das edificações com a retirada de elementos estranhos afixados em suas fachadas e reintegração de outros. Já nas primeiras prospecções descobriu-se que as esquadrias, portas e janelas, pintadas em diferentes épocas nas cores branca, bege, verde e azul, são de Pinho de Riga, madeira nobre e em extinção. Está prevista também a execução de outra prospecção para verificar a existência de pinturas artísticas que haviam no alto das torres, o que possibilitará posterior restauração.

A obra prevê a recuperação das fachadas, das sacadas voltadas para a rua Jardim Botânico, das escadas de acesso e do piso entre as torres. Haverá ainda a troca de telhas quebradas, tratamento anti-cupim, a recomposição do emboço e a troca das luminárias das fachadas. A fiação e a tubulação expostas serão retiradas ou embutidas, os pisos das varandas laterais e da área entre as torres serão trocados, além da restauração das peças em madeira – esquadrias, mãos francesas e balaustradas – e dos elementos decorativos em gesso. A reforma atingirá o calçamento, incluindo até equipamentos de trânsito.

Nas duas torres funcionavam até o ano passado a sede administrativa da Associação de Amigos do Jardim Botânico, uma loja de souvenir, além da bilheteria mantida até hoje.

 

 

 

 

 

volta à primeira página